terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Ficha do "i"


O Tomás ontem fez a ficha da vogal «i».

A Teresa (educadora), disse que começavam pelo «i» por ser mais fácil. E se a Teresa diz, 'tá dito!

No regresso a casa, dentro do carro - estas conversas a serem gravadas, eram pérolas - o Tomás ia contando o que fez durante o dia, entusiasmado com a ficha do «i», ao mesmo tempo que ia dizendo palavras começadas pela dita vogal: índio, igreja, ilha... e, cada vez, que ele dizia uma palavra, eu incentivava-o com um "Boa, filho!".

O Salvador, que até aí, estivera calado e muito atento ao que o mano velho ia dizendo, disse, no alto dos seus 3 anos:

"Cão".
"Oh, mano! Cão, começa com um C. Mas não faz mal, ainda és pequenino!!!" (Tomás)

E assim, vão crescendo e fortalecendo laços que, tenho a certeza, são inquebráveis!

1 comentário:

shu disse...

LOL

É lindo mesmo.