segunda-feira, 17 de agosto de 2009

A vida transforma-nos.

Eu já sabia disso. Mas no sábado à noite exteriorizei um sentimento que há muito andava cá dentro. Com o que me aconteceu (e falo da minha separação), a minha vida alterou-se muito. Mudou tanta coisa. Eu incluída. Sinto que me tornei mais desconfiada, já não confio cegamente nas pessoas, deixei de acreditar "porque sim" (eu era assim, acreditava nas pessoas, porque sim e ponto final.), tornei-me desconfiada (e só eu sei como detesto este adjectivo!).

E porquê? Explicava eu a uns amigos (a propósito não da minha separação, mas sim de outra situação que estou a viver actualmente, igualmente dificil de gerir e que só está a servir para reforçar este sentimento de desconfiança nas pessoas), que me tornei uma pessoa desconfiada e, por vezes, amarga, tudo porque a pessoa em quem eu mais confiava na minha vida traiu-me. E esta traição, moldou-me as atitudes.

A vida transforma-nos e, por vezes, não é para nos melhorar. Foi o caso.

5 comentários:

Paula disse...

Nem imaginas como te entendo...
Já me divorciei há muitos anos, massinto sempre que estou a ser enganada.
O tempo apenas suaviza a amargura, mas nós mudamos para sempre, não há dúvida alguma.
Quanto aos filhos...Ai, as saudades. O meu esteve uma semana com o pai e a pareceu uma eternidade.
Mas também aí o tempo nos ensina... Acredita, vivo com o meu filho, sozinha quase desde que ele nasceu, e sei que é duro.
Um grande beijo e muuuuiiita força!!!

Filipa disse...

É normal... ninguém passaria por uma situação dessas sem ficar marcada...

Carla Isabel disse...

O minha querida encara como uma mudança boa na tua vida...uma nova etapa!
Um abracinho apertado ( e sim eu sei que custa muito ser traida...seja por quem for!)

Bjs

Minha Menina disse...

este post encaixa totalmente em mim ou melhor numa cena que me aconteceu a uns tempos....
concluo que nao devemos deixar que uma ou outra pessoa nos mude.....

Bjinhos e força

Anónimo disse...

Parecia que tinha sido eu a escrever. Foi há 3 anos, descobri há dois, estamos juntos ...mas dói tanto, nunca saberei se tomei a opção certa.
Sei que nunca mais vai ser igual....